Salas de Não Estar

foto9

Inaugura hoje, às 19h, no Espaço Maurício Rosenblatt da Casa de Cultura Mario Quintana, a exposição Salas de Não Estar, de Luciane Bucksdricker. A artista é natural de Porto Alegre e graduada em Comunicação social pela PUCRS. Utiliza a fotografia como principal suporte de criação, pesquisando a percepção do cotidiano na cidade urbana.

Luciane Bucksdricker

Sua mostra apresenta uma série de fotografias de sofás abandonados em lugares públicos, realizada entre 2008 e 2012. Por meio destas imagens, a artista visual e  produtora cultural percebe que as disposições de objetos e situações, antes efêmeras e que passavam despercebidas pelos transeuntes, poderiam tornar-se perenes através da fotografia. A intenção é estimular o espectador desatento e apressado a olhar para o que normalmente não perceberia: o invisível e para a memória suscitada nele pela imagem.

jorgeeluciane-12

A Luciane concedeu uma pequena entrevista para a gente, confira:

1 – Como surgiu a ideia do projeto? Por que sofás?

O primeiro sofá fotografado foi em Ibiraquera em 2008. Na época não imaginava que isso viraria um projeto, mas logo comecei a encontrar mais sofás e a coleção começou a crescer. Assim, as fotos vieram antes do projeto. Foi através das primeiras fotos que comecei a pensar sobre as imagens e sobre toda a história que tinha por volta delas.

2 – Como funcionou a pesquisa? Tinhas algum mapeamento de locais ou apenas fotografava quando encontrava os sofás?

Não, nunca houve um mapeamento para fotografá-los e não há até hoje. Fotografo todos os sofás que encontro, independente se vão dar uma boa foto ou não. Eles se tornaram uma coleção, mas já os coloco no mapa. Marco todos os lugares que encontro um sofá, ou melhor, uma sala.

3 – Quais foram os lugares mais inusitados que encontraste teu objeto de trabalho?

Sofás na beira do mar para apreciação das ondas pelos surfistas, descampados bucólicos,beiras de estradas desertas(como foram parar ali?)

4 – Tu vês mais arte, design ou fotografia nesta série?

Sou uma hibrída. Aprendi a fotografar na faculdade de comunicação e depois fui cursar o Instituto de Artes. Aprendi a trabalhar com a técnica fotográfica e depois aprendi a destruí-la. O que sobrou dessa mistureba sou eu.

5 – Pretendes seguir o projeto ou já estás produzindo outra série?

Os salas nunca vão acabar. É um projeto viral. Todos que são tocados pela imagens começam a encontrar sofás por onde andam. E depois que o projeto veio a público pessoas começaram a me enviar imagens de sofás que elas haviam encontrado por todos os lados. Esses sofás encontrados pelos amigos, desconhecidos e todos mais, estão tornando-se um desdobramento do primeiro projeto. É uma coleção, e coleção que se preza é para vida toda! Abrirei mais uma exposição no fim de fevereiro juntamente com o poeta visual Jorge Bucksdricker. Outra série, outra proposta, outros caminhos. Aguarde!

6 – Fala um pouco das tuas influências na fotografia:

Como disse, eu vim da Comunicação. Minha escola inicial e minhas primeiras influências vieram de fotógrafos que conheci nessa área: meu mentor e incentivador, o genial Clóvis Dariano, Ruy Varella, Raul Krebs(para ficar só no Sul!) e depois nas artes encontrei Cao Guimarães com suas “Gambiarras” e “Paquerinhas” e foi impossível não me identificar com o trabalho dele.

 

Salas de Não Estar

De 6 de fevereiro a 10 de março
Local: Espaço Maurício Rosenblatt – 3 º andar da CCMQ (Andradas, 736).
Visitação: Segunda, a partir das 14h; de terça a sexta, das 9h e finais de semana e feriados, das 12h, com encerramento às 21h.
Abertura: 5 de fevereiro, terça-feira, às 19h

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s